Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy

Race Camp Europeu da GT Academy 2015 – Dia 5

Após quatro dias repletos de ação em Abu Dhabi, o quinto dia do Race Camp Europeu da GT Academy NISMO PlayStation foi um pouco mais calmo. Os concorrentes do Benelux, da Península Ibérica e do grupo composto por Polónia, República Checa e Hungria tiveram a sua oportunidade para experimentar o iate de luxo e a Street Race eliminatória na ‘ponte para nenhures’.

Após a agonia e o êxtase da eliminação para estes países numa ponte sob temperaturas escaldantes, deu-se o regresso à base no Yas Marina Circuit para mais uma sessão teórica. Rob Barff, o jurado principal, falou aos participantes acerca dos procedimentos nas corridas e, em especial, sobre o que irá acontecer no último dia do Race Camp, caso tenham a sorte de lá chegar.

De seguida, todos receberam tempo livre para desfrutar do hotel Yas Viceroy, com uma boa noite de descanso antes do retomar da ação amanhã.

Para o concorrente belga Emile de Dryver, este foi um dia repleto de nervos que terminou bem: “Foi uma corrida muito difícil. Perdi a primeira corrida contra o concorrente holandês. Na segunda, comecei muito mal e fiquei 10 metros para trás. Dei o máximo para cobrir a distância e consegui ganhar por uma margem mínima. Foi muito divertido e o Nissan GT-R é excelente, muito poderoso. A paisagem é espantosa. Estamos alojados num hotel espetacular, o circuito é excelente e estou a gostar muito dos desafios. Estou muito feliz por estar aqui.”

Balázs Szenpéteri Horváth, da Hungria, também está a gostar da sua experiência no Race Camp: “Hoje conduzi o GT-R na ponte. Foi espantoso. A aceleração é incrível. Foi a primeira vez que me sentei num GT-R e adorei mesmo. O início do Race Camp foi difícil, com aquele desafio físico no Wadi Adventure, mas ganhei e estou muito feliz com a forma como o Race Camp está a decorrer.”

O mentor da Península Ibérica, Dani Clos, viu um dos seus pilotos ser eliminado hoje, o que o deixa com dois concorrentes espanhóis e um português. “Foi um dia interessante,” afirmou o antigo piloto de testes da GP2 e F1 de 26 anos. “A rapaziada esteve sob muita pressão nesta atividade e foi interessante porque o alcatrão estava muito sujo devido ao facto desta ponte não ter muita atividade. Isto tornou tudo mais difícil para eles porque o GT-R tem muita potência e numa superfície escorregadia torna-se complicado. Os rapazes que considerava serem os mais rápidos cumpriram a sua tarefa e passaram o teste. No geral, acho que temos um grupo forte e os rapazes são bastante bons.”

Com apenas três concorrentes restantes em cada grupo, a tensão está em alta no Race Camp. Apenas um concorrente irá vencer a experiência espantosa que irá mudar a sua vida e participar no Programa de Desenvolvimento de Pilotos da GT Academy que levará a uma potencial carreira no desporto motorizado como Atleta NISMO.

Um dia interessante aguarda os concorrentes amanhã, juntamente com uma completa mudança de cenário.