Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy

Race Camp Europeu da GT Academy 2015 – Dia 3

Com a busca pelo próximo campeão europeu da GT Academy reduzida a 28 concorrentes de 10 países, o Race Camp mudou-se hoje de armas e bagagens para o circuito de Yas Marina. Os participantes provaram o seu valor com os carros de competição Nissan 370Z no circuito do sul. Não existiam eliminações agendadas e os instrutores da GT Academy passaram algum tempo nos carros com os jogadores antes de analisarem o seu desempenho individual, ensinando-os de seguida a darem uso aos dados e ao vídeo obtido durante as suas voltas.

O dia tinha começado bem para os quatro jogadores restantes de cada território. Como recompensa pelos seus esforços, e para lhes dar um gosto do estilo de vida glamoroso de um piloto de competição internacional, receberam um convite para o Viceroy Hotel de cinco estrelas inserido no próprio circuito. Cada grupo de participantes está agora alojado numa suite de luxo onde não falta uma coleção de jogos PlayStation.

Rob Jenkinson, que coordena a formação dos pilotos no Programa de Desenvolvimento de Pilotos da GT Academy e que esteve encarregue da sessão de hoje, ficou impressionado com o nível dos concorrentes. “No geral, o nível é elevado,” comentou ele. “Todos os países têm pelo menos um piloto que consegue obter bons tempos nas voltas, o que indica que vamos ter uma competição muito renhida no último dia. A rapaziada passou bastante tempo em pista com os meus instrutores e também estiveram a analisar os dados para ver como e onde podem melhorar. São como esponjas a absorver a informação e por isso espero que aqueles que hoje foram mais lentos tenham um melhor desempenho nos carros da próxima vez.”

O dia terminou com uma visita ao médico! Todos os concorrentes foram submetidos a um exame médico rigoroso de acordo com os regulamentos da organização regente dos desportos motorizados – e todos eles passaram!

Os concorrentes vão continuar a perseguir o seu sonho na quinta-feira e há uma surpresa especial à sua espera: um gostinho do luxo e um desafio formidável.

Max Chilton (mentor britânico): “Hoje foi um dia muito importante para mim para conhecer melhor os pilotos. Foi bom vê-los em pista pela primeira vez. Foi a primeira vez que conduziram um carro de competição em pista, por isso foi bom vê-los a saírem dos veículos com aqueles sorrisos rasgados. O mais importante para mim é que tenham uma boa progressão. Fizeram quatro voltas, consultaram os dados com os seus instrutores e progrediram bem. É bom vê-los evoluírem.”

Olivier Pla (mentor francês): “Hoje foi um dia em grande com a primeira atividade em pista para a rapaziada. Foi a primeira vez que estiveram num circuito de competição fora de um jogo de PlayStation, por isso foi interessante ver como conseguem transferir as suas capacidades no Gran Turismo para a realidade. É muito diferente porque na vida real não existe espaço para erros e temos de encontrar o limite do carro. Vimo-los fazer coisas muito boas e agora vamos acompanhar a forma como evoluem ao longo da semana. Ainda é demasiado cedo para dizer quem será muito bom ou não, já que alguns serão mais lentos ao início e depois irão crescer ao longo da semana.”

Corbinian Henle (concorrente alemão): “Hoje foi espantoso conduzir na pista pela primeira vez. Adorei. Há muito espaço para melhorar, mas adorei. A condução é fantástica; é só isso que me importa.”

Nikodem Wisniewski (concorrente polaco): “O Race Camp é uma grande experiência. De início é bastante difícil para alguém com pouca experiência, mas este é um local incrível para visitar e excelente para conduzir, por isso estou muito contente por estar aqui. As corridas de velocidade de ontem foram uma experiência fantástica, poder acelerar no Nissan 370Z e levar as rotações ao máximo.”