Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy

Race Camp Europeu da GT Academy 2015 – Dia 2

A temperatura que se faz sentir em Abu Dhabi deverá ser um fator importante ao longo do Race Camp Europeu da GT Academy NISMO PlayStation 2015. Contudo, este fator teve ainda mais relevância hoje visto que a preparação física dos concorrentes foi testada sob 41°C no Wadi Adventure, um centro de desportos aquáticos localizado no deserto junto de Al Ain, a cerca de uma hora e meia de carro de Yas Island.

A pista de obstáculos constituiu um duro desafio físico e levou alguns participantes à desistência. Isto significou um final antecipado do sonho no Race Camp para dois concorrentes de cada território, já que foram eliminados os dois últimos classificados em cada desafio.

Os dois participantes mais fortes viram garantida a sua permanência independentemente da prestação no segundo desafio do dia: corridas “drag” simples com carros de competição Nissan 370Z.

Durante o final da tarde e início da noite, a fantástica faixa de “drag” de 1,2 km do Yas Marina Circuit iluminou-se para receber cada grupo em corridas eliminatórias – ouviram-se gritos de alegria dos dois vencedores de cada ronda, mas sentiu-se o desespero daqueles que viram o Race Camp chegar ao fim.

“O desafio físico muito duro desta manhã esteve à altura daquilo que esperamos da GT Academy e testou a fundo o desejo dos concorrentes em progredirem e manterem o seu sonho vivo,” comentou o instrutor principal Rob Barff. “Já esta noite, quisemos ver como eles lidavam com a pressão. Algumas das corridas foram muito renhidas, enquanto noutras a pressão fez-se sentir e tivemos um claro vencedor. Já reduzimos os números para metade em cada grupo e agora restam apenas quatro, por isso amanhã vamos concentrar-nos no treino de condução neste espantoso Yas Marina Circuit.”

A piloto de competição italiana Michela Cerruti faz a sua estreia na GT Academy, mas já experimentou os pontos altos e baixos dos participantes que a receberam como sua mentora: “Foi um dia muito longo e difícil,” afirmou ela. “Fiquei muito contente por um dos nossos rapazes ter tido uma boa prestação no desafio físico, mas esta noite foi triste perdermos dois. A corrida ‘drag’ é tão curta e a margem entre ficar e partir pode ser muito pequena. É difícil vê-los tão tristes quando partem. Faz-me sentir ainda mais sortuda por fazer aquilo que faço na vida. Nunca vou encarar a competição automóvel como algo de garantido após ver o quanto isso significa para todos estes jogadores de PlayStation que querem mudar as suas vidas.”

“A pista de obstáculos foi espantosa,” afirmou o concorrente britânico James Garner, que foi salvo da eliminação na prova de “drag” ao terminar em segundo por entre os seus colegas de equipa no Wadi Adventure. “Adorei-a. Uma das melhores coisas que alguma vez fiz. Foi uma sensação espantosa chegar ao fim e ver uma mesa cheia de capacetes – um deles para mim – o que significa que estou mesmo na GT Academy.”

Ainda assim, os pilotos eliminados continuam a ter a oportunidade de desfrutar do melhor que Abu Dhabi tem para oferecer, com uma viagem ao parque aquático Yas agendada para amanhã.

Para os 28 pilotos que ainda restam na competição, o trabalho árduo continua. A fase de condução vai arrancar em pleno quando os participantes provarem o seu valor com os carros de competição Nissan 370Z no circuito de Fórmula 1 de Yas Marina.