Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy

O australiano Matthew Simmons foi coroado vencedor da GT Academy Internacional 2015

O australiano Matthew Simmons concretizou um sonho em Silverstone ao ter sido nomeado vencedor da edição 2015 da GT Academy Internacional da Nissan PlayStation®.

O jovem de 26 anos levou a melhor sobre outros 29 jogadores de Gran Turismo® de elite de todo o mundo e alcançou o sucesso, conquistando assim um lugar no Programa de Desenvolvimento de Pilotos da Nissan e também nas 24 Horas do Dubai em 2016.

A decisão surgiu após uma semana épica no Race Camp, com Simmons a sagrar-se vencedor graças ao seu ritmo consistente e à disponibilidade para aprender e desenvolver as suas capacidades ao volante.

O Race Camp terminou com uma emocionante corrida de oito voltas no Silverstone National Circuit com os carros de competição Nissan 370Z NISMO. Simmons, que arrancou da pole position, começou por perder a liderança para o norte-americano Ryan Lynch, mas depressa recuperou a posição. Quando Lynch ficou para trás, o turco Hüseyin Dağlı tornou-se o principal oponente de Simmons e a dupla trocou de posição na Reta de Wellington durante três voltas consecutivas com uma condução brilhante e destemida de parte a parte. Infelizmente, o carro de Simmons teve um problema mecânico e perdeu potência na quinta volta, o que permitiu ao piloto turco e também ao finalista mexicano, Juan Carlos Carmona Chávez, ultrapassarem o líder da corrida. Contudo, os jurados levaram em conta que Simmons tinha atingido a volta mais rápida quando o seu carro ainda se encontrava livre de problemas e também o ritmo que marcou logo no arranque da corrida, e que serviu para culminar as suas performances consistentes em todos os desafios ao longo da semana num ambiente de alta pressão.

Simmons afirmou: “Não consigo mesmo acreditar; sinto-me no topo do mundo. Infelizmente, um problema mecânico custou-me a corrida, mas o desporto motorizado é mesmo assim e não podemos fugir disso, e acho que na primeira fase da corrida mostrei todo o meu potencial. Aquela espera no pódio estava a dar cabo de mim, mas quando o Rob disse o meu nome eu nem queria acreditar, agora sou um piloto de competição! Passei por uma viagem tremenda ao longo de 18 meses para chegar até aqui, tive imensas pessoas a apoiarem o meu sonho e deram-me muita confiança e fizeram-me acreditar que consigo alcançar aquilo que sempre quis: tornar-me um piloto de automóveis. O programa da GT Academy é espantoso, dá para perceber que o programa de desenvolvimento de piloto nos treina para sermos atletas e ensinam-nos tudo o que é preciso, por isso quando atingir esse pináculo e chegarmos às 24 Horas do Dubai vamos estar prontos para conquistar o mundo.”

Simmons fez parte das centenas de milhares de jogadores de todo o mundo que participaram nesta competição e conquistou o seu lugar no Race Camp. Após ter vencido a final nacional australiana, chegou a Silverstone como um dos seis representantes da Austrália, na companhia de outros 29 concorrentes internacionais que representaram sete países divididos por cinco territórios. Todos os grupos criaram laços com os jurados dos seus territórios, que funcionaram também como mentores mas que tiveram de tomar decisões difíceis quando se tratava de eliminações da competição.

A ação em pista começou no Reino Unido na passada sexta-feira, com seis finalistas da Austrália, EUA, México, norte de África e Turquia, num total de 30 concorrentes. Ao longo de uma semana no Race Camp Internacional, os desafios físicos e de competição foram reduzindo o número de participantes até chegarmos aos dez que esta manhã disputaram o título de campeão da GT Academy Internacional. Cada jurado teve depois de decidir qual dos seus dois melhores pilotos iria sentar-se ao volante do 370Z NISMO para uma corrida de oito voltas no National Circuit de Silverstone.

Foram muitos os desafios que os concorrentes tiveram de enfrentar no Race Camp, começando logo no primeiro dia, em que os jogadores se sentaram ao volante de monolugares, carros de corrida Caterham, Nissan GT-Rs e carros de JPLM no Bedford Autodrome. Ao longo da semana também existiram vários desafios surpresa, incluindo a pista de obstáculos ‘GT Ninja’, uma corrida de estilo militar com Gincana, corridas de buggies todo-o-terreno, monster trucks e uma corrida de Nissan Micra stock car que decidiu a grelha de partida da corrida final.

De acordo com Rob Barff, o jurado principal da GT Academy Internacional 2015 da Nissan PlayStation: “O Matthew foi forte e consistente ao longo de toda a semana, mostrou que sabe trabalhar em equipa e queremos dar-lhe as boas-vindas à família GT Academy. Fomos muito sinceros; o carro dele teve um problema e isso acontece no desporto motorizado. É algo que poderíamos ter ignorado, mas não o fizemos e este é o resultado mais justo. Da próxima vez que o vir será nas boxes no Reino Unido e depois nas 24 Horas do Dubai.”

Darren Cox, diretor da divisão de competição da Nissan, afirmou: “É com prazer que damos os parabéns ao Matthew por ter sido coroado vencedor da GT Academy Internacional 2015 e por se tornar o primeiro vencedor australiano. Os jurados ficaram muito impressionados com as suas capacidades no Race Camp e estamos ansiosos por vê-lo desenvolver-se num verdadeiro atleta NISMO. A GT Academy já vai no seu oitavo ano, mas continuamos a encontrar formas de a manter inovadora e o entusiasmo dos novos mercados participantes tem sido fantástico. Conseguem ver em primeira mão o sucesso que o programa teve nos novos mercados com Thanaroj Thanasitnitiket (Tailândia) e Abhinay Bikkani (Índia), que entraram de rompante na Nissan Micra Cup no Canadá, e não vemos motivo para que isto deixe de acontecer.”

O sonho de Simmons terá seguimento imediato, com o jovem piloto a receber formação de competição e treino físico de classe mundial por parte da Nissan de modo a preparar-se para a sua estreia numa corrida de resistência no Dubai em janeiro próximo.