Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy ASIA Final Race!
REPRODUZIR VÍDEO

REPRODUZIR VÍDEO

GT Academy

O filipino Jose Gerard Policarpio sagrou-se o primeiro vencedor da GT Academy Ásia

Jose Gerard Policarpio, das Filipinas, conquistou hoje uma oportunidade única na vida em Silverstone após sagrar-se como o primeiro campeão da GT Academy Ásia da Nissan e PlayStation®.

O jovem de 26 anos levou a melhor sobre 28 dos melhores jogadores asiáticos do Gran Turismo® e conquistou um lugar no Programa de Desenvolvimento de Pilotos da Nissan e também nas 24 Horas do Dubai em 2016. A decisão surgiu após seis dias épicos no Race Camp, com Policarpio a ser eleito vencedor graças aos seus desempenhos impressionantes e consistentes ao longo da semana e também pela prestação na corrida final.

O Race Camp chegou ao fim com uma emocionante corrida de dez voltas no Silverstone International Circuit ao volante de carros de competição Nissan 370Z NISMO e que foi disputada até à última curva. O indonésio Andika Rama arrancou bem da pole position e liderou a corrida até à primeira curva, à frente do filipino Policarpio, que tinha ultrapassado o japonês Takuya Takahashi. Policarpio “colou-se” rapidamente a Rama e durante as primeiras quatro voltas a dupla cruzou a meta com menos de um segundo de diferença entre si, enquanto Takahashi seguia em terceiro com menos de dois segundos de atraso. Contudo, após aguardar pacientemente pela sua oportunidade, Policarpio atacou a partir da quinta volta e conquistou de forma decisiva a liderança da corrida. Infelizmente, a corrida de Takahashi terminou à quinta volta, com o piloto japonês a dar entrada nas boxes devido a um problema mecânico. Isto deixou Policarpio e Rama isolados na frente, com a dupla mais uma vez muito próxima.

Mas havia mais drama reservado para a última volta, com Policarpio a sair muito lentamente da curva Club, o que permitiu a aproximação de Rama ao longo da curva Stowe e deixou-o numa boa posição para atacar a liderança na curva final. Rama tentou a ofensiva, mas Policarpio deu uso a uma condução defensiva impressionante, segurou a liderança e cruzou a meta dois décimos de segundo à frente do seu rival.

Jose Gerard Policarpio, o concorrente filipino e vencedor da GT Academy Ásia 2015, afirmou o seguinte: “Nem consigo acreditar que ganhei, é espantoso, sinto-me muito bem. Nunca na minha vida pensei que estaria aqui. A corrida foi angustiante, quando ultrapassei o Andika na [curva] Abbey estava sempre a olhar para trás porque ele estava a começar a ganhar terreno. Nem sequer vi a bandeira axadrezada, só quando entrei nas boxes é que me apercebi que tinha ganho. Foi espantoso!”

Policarpio fez parte das centenas de milhares de jogadores asiáticos de Gran Turismo que se candidataram a um lugar no Race Camp. Venceu a final nacional das Filipinas e chegou a Silverstone como um dos seis representantes daquele país, num total de 28 concorrentes asiáticos divididos em cinco territórios. Todos os grupos criaram laços com os jurados dos seus territórios, que funcionaram também como mentores mas que tiveram de tomar decisões difíceis quando se tratava de eliminações da competição.

A ação em pista começou no Reino Unido no sábado, com seis finalistas da Tailândia, Japão, Filipinas e Indonésia e cinco da Índia a comporem o alinhamento de 29 concorrentes. Este foi o primeiro ano em que o Japão, as Filipinas e a Indonésia participaram na GT Academy, enquanto a Tailândia e a Índia estrearam-se em 2014 como parte da GT Academy Internacional. Apesar do mexicano Ricardo Sanchez se ter sagrado vencedor em 2014, a oportunidade serviu para lançar as carreiras de piloto de Thanaroj Thanasitnitiket (Tailândia) e Abhinay Bikkani (Índia), os vencedores dos seus respetivos territórios e que conquistaram vitórias na Nissan Micra Cup deste ano, no Canadá.

Ao longo da sua estadia no Race Camp asiático, os jogadores foram sendo submetidos a uma série de desafios físicos e de competição automóvel que serviram para encontrar os dez finalistas que esta manhã ainda se encontravam na corrida para se sagrarem campeões da GT Academy Ásia. Cada jurado teve depois de decidir qual dos seus dois melhores pilotos iria sentar-se ao volante do 370Z NISMO para uma corrida de dez voltas no Silverstone International Circuit.

Os desafios foram muitos ao longo da semana no Race Camp, com os jogadores a serem lançados de imediato para a ação no seu primeiro dia, em que se sentaram ao volante de monolugares, carros de corrida Caterham, Nissan GT-Rs e carros JPLM no Bedford Autodrome. Ao longo da semana existiram vários desafios-surpresa, incluindo a pista de obstáculos ‘GT Ninja’, uma corrida inovadora de estilo militar com Gincana, corridas de buggies todo-o-terreno, confrontos cronometrados frente a frente no circuito de Silverstone e um empolgante evento de corridas com Nissan Micra stock car no qual apenas dois carros cortaram a meta e que decidiu a grelha de partida da corrida final de hoje.

De acordo com Rob Barff, o jurado principal da GT Academy Ásia 2015 da Nissan PlayStation: “O Jose Gerard demonstrou um bom ritmo toda a semana, tem estado sempre no topo das pontuações e estava em segundo na corrida até à altura em que o piloto da Indonésia cometeu um erro. Ele continuou a conduzir de forma fria e não cometeu erros. Estou muito orgulhoso. Já estávamos de olho nele desde Bedford, no início da semana, tem estado no nosso top três e estou ansioso para trabalhar com ele no futuro.”

Darren Cox, diretor da divisão de competição da Nissan, afirmou: “Parabéns ao Jose Gerard por se tornar o primeiro campeão da sempre da GT Academy Ásia. A expansão global da GT Academy tem sido fantástica este ano e foi com orgulho que organizámos o nosso primeiro Race Camp asiático. Não posso deixar de enfatizar o entusiasmo que os novos mercados demonstraram por esta competição e a forma como a receberam de braços abertos. Basta olharem para as recompensas e as oportunidades instantâneas que os pilotos dos novos mercados receberam como resultado da GT Academy e é ótimo termos oportunidade para proporcionar-lhes esta porta de entrada única no mundo do desporto motorizado.”

Esta oportunidade única de Policarpio terá seguimento imediato, com o jovem piloto a receber formação de competição e treino físico de classe mundial por parte da Nissan de modo a preparar-se para a sua estreia numa corrida de resistência no Dubai em janeiro próximo, onde fará parte da mesma equipa que Matthew Simmons, o piloto vencedor do Race Camp Internacional.