Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
Conteúdos Especiais

Informações mais recentes sobre o Gran Turismo® 5, da Gamescom de 2010 (5/6)

A história dos carros do GT5:
O trio de 1967
 
A ambição da Ford e a esperança da Ferrari

Em 1967, o mundo dos desportos motorizados vibrou com o mano a mano entre a Ford e a Ferrari. Quatro anos antes, a Ford tentou, sem sucesso, comprar a Ferrari. Ao invés, desenvolveu o seu próprio carro com motor central para tomar o trono das corridas de carros desportivos. Entrou disposta a tudo no mundo das corridas europeias e venceu a corrida de LeMans em 1966, na que foi a primeira vitória de um carro americano.

No ano seguinte, desenvolveu uma máquina ainda mais poderosa para defender o título conquistado no ano transato . O Mark IV, com um V8 de 7 litros, tinha uma potência de 530 CV. Por outro lado, a Ferrari era a esperança de todos os europeus que queriam "Derrotar a América" desde a LeMans do ano anterior. Tinha introduzido mudanças no seu 330 P de motor central para lutar contra a Ford e, em 1966, o 330 P3 deu lugar ao 330 P4. O motor de 12 cilindros com 4 litros tinha uma potência de 450 CV o seu ligeiríssimo peso era um dos seus pontos fortes.

Ford Mark IV Racecar
Ferrari 330 P4 Racecar
 
Recriação do despique de 1967 no Circuit de la Sarthe
Recriação do despique de 1967 no Circuit de la Sarthe

No início de fevereiro de 1967, o primeiro despique entre a Ferrari e a Ford teve lugar na corrida de 24 horas de Daytona. O Mark IV ainda não estava pronto e a Ford entrou na corrida com o Mark IIB. Embora estivesse a correr em casa, o Mark IIB tinha muitos problemas mecânicos e foi derrotado pelo Ferrari. O Ferrari 330 P4 ficou com os primeiro e segundo lugares e o 412 P, que era um P3 com um motor de um P4, ficou em terceiro lugar, completando o pódio.

Depois, em junho , disputaram-se as 24 Horas de LeMans. A Ford entrou na corrida com quatro Mark IV, contra quatro 330 P4. Os Mark IV arrancaram rápido vingando a derrota de Daytona. A Ferrari tentou recuperar terreno, mas não conseguiu mudar o destino da corrida. O vencedor foi o Mark IV, tendo os Ferrari ficado com os segundo e terceiro lugares.

 
As batalhas de Daytona e de LeMans
Jaguar XJ13 Racecar
O despique a três, incluindo o XJ13, que nunca chegou a acontecer: agora já é possível!

O ano de 1967 ficou gravado na memória dos fãs das corridas como o ano dos fantásticos despiques entre a Ford e a Ferrari. Ainda que desconhecido para muitos, havia outro modelo que estava a ser desenvolvido em segredo e que poderia ter dado um rumo totalmente diferente aos acontecimentos. Esse modelo era o Jaguar XJ13. Desde o início dos anos 60 que a Jaguar vinha a desenvolver um carro para LeMans, para substituir o D Type. O protótipo, terminado em 1966, tinha como unidade motora o primeiro motor V12 da Jaguar, um monstro que produzia 500 CV, com 5 litros de cilindrada. O motor estava montado numa disposição central no XJ13 e era um modelo que podia ter lutado ao mesmo nível da Ford e da Ferrari.

A Jaguar tinha decidido fazer o seu regresso triunfante a LeMans no ano seguinte com este carro e começou secretamente a fazer testes com o veículo. Mas o projeto foi cancelado a poucos meses de LeMans. A Jaguar foi abalada por notícias de uma eventual fusão e as suas atividades desportivas pararam completamente. O XJ13 nunca teve hipótese de ver as luzes da ribalta e desapareceu completamente de cena quando em 1971 ocorreu um acidente durante os testes.

 
Este despique inevitável está nas tuas mãos

No Gran Turismo® 5, o Ford Mark IV, Ferrari 330 P4 e o Jaguar XJ13 estão juntos no mesmo cenário. Podes ser tu a recriar o despique que nunca aconteceu.

A partir da esquerda: Ferrari 330 P4, Jaguar XJ13, Ford Mark IV
Tu determinas o resultado da corrida que foi proibida pelo destino.