Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT
GT Academy

Wolfgang Reip vai participar na Corrida 12 Horas de Bathurst

O Campeão Europeu da GT Academy de 2012, Wolfgang Reip, vai participar na Corrida 12 Horas de Bathurst deste ano, que decorre no Mount Panorama Circuit, na Austrália, de 6 a 8 de fevereiro (hora local). Wolfgang vai competir neste evento lendário com Alex Buncombe e Katsumasa Chiyo, membros da Equipa Global de Atletas Nismo, num Nissan GT-R NISMO GT3.

A Nissan regressou no ano passado a esta corrida, depois de um hiato de 22 anos. Durante a qualificação, conseguiram o 5º lugar, o que alimentou as esperanças de um bom resultado, mas um acidente na 59ª volta arrastou-os para fora da competição. Os 3 pilotos deste ano, todos parte integrante da equipa que vivenciou o infeliz evento do ano passado, estão de volta preparados para se vingarem na corrida deste ano.

A informação relativa à Corrida 12 Horas de Bathurst será disponibilizada na página oficial, além de também marcar presença na NISMO TV e no website oficial da Nissan Motorsports. Além disso, os eventos que vão seguir a corrida serão englobados nas Corridas Rápidas do GT6, em articulação com o início da corrida, o que convida os jogadores a partilharem e a viverem a emoção do evento.

Comentário de Wolfgang Reip

“Mount Panorama é um dos circuitos mais magníficos que já vi! Mentalmente, é muito difícil; eu diria que é tão difícil como o Nordschleife. Já corri nos dois e diria que Bathurst, apesar de mais pequeno, é igualmente desafiador.

“Correr no Bathurst como europeu é uma sensação ótima, porque poucos pilotos têm uma oportunidade destas durante a sua carreira. É um privilégio ter a oportunidade de correr, pela segunda vez seguida, ao lado do Alex e do Chiyo.

“As minhas expetativas para este evento são sempre altas. Temos um alinhamento muito forte e coeso e todos podemos forçar bastante desde o início. De certeza que será duro, devido ao próprio circuito e à quantidade de tráfego com que temos de lidar, mas o ano passado estávamos a rolar no Top 5, quando se deu o acidente. Por isso, este ano, podemos esperar algo pelo menos tão bom como isso. Vamos apontar para o pódio e veremos, depois de 11 horas do total das 12, onde estamos!”