GT

Please select your country / region

Close Window
Comunidade GT SPORT
PT
TopoRelatórios em DiretoNations CupManufacturer SeriesCalendárioArquivos

Regressar à Lista

MANUFACTURER SERIES
Beauvois (Wong_Baguette_F1) sai vitorioso de um confronto aceso na Fase 2!
Série de 2020 da Manufacturer Series - Fase 2 (EMEA)
05/07/2020

A segunda fase da Manufacturer Series 2020 arrancou a 4 de julho.

Um dos melhores competidores desta fase foi Gallo (Williams_BRacer), em representação da Honda, que participou em todas as corridas e que parece estar a crescer enquanto piloto em resultado disso mesmo. Isto demonstra a importância dos pilotos continuarem a enfrentar os seus rivais regionais, mesmo que isso não lhes valha grandes pontuações.
O melhor desempenho de Gallo foi no circuito de Fuji Speedway, na Ronda 18, onde a sua condução ofensiva e defensiva na volta final foi simplesmente fantástica.

Por outro lado, Beauvois (Wong_Baguette_F1), na Mercedes-Benz, escolheu as suas participações a dedo, mas ainda assim conquistou pontos suficientes nas rondas 11, 12, 14 e 15 para chegar ao topo da classificação e garantir um lugar na corrida final.
Hizal (TRL_MH16), da Subaru, que tinha conquistado a primeira fase, não marcou presença em nenhuma das corridas da Ronda 14 em diante, e como tal não foi capaz de defender a sua coroa.

Top 16 de Superestrelas - Ronda 20

A corrida final da Fase 2 decorreu no circuito de 24H de Nürburgring com carros do Gr. 3.

Gallo conquistou a pole position, com Moysov (VQS_Nick) da Aston Martin em segundo lugar e Kevelham (HRG_RK23) da Toyota em terceiro. O líder da fase, Beauvois, teve de contentar-se com a quarta posição da grelha. O grupo da frente tinha optado por arrancar com pneus médios e cedo acumulou vantagem sobre os restantes carros em prova.

Na primeira volta, Kevelham aproveitou o cone de aspiração de Gallo na reta de Döttinger Höhe para ultrapassar o seu rival e subir à liderança na entrada da reta da meta. Na sequência, Kevelham conseguiu ainda aumentar a liderança sobre o seu rival mais próximo. O piloto parecia decidido a assegurar-se de que ninguém lhe daria a provar do seu próprio remédio na reta de Döttinger Höhe ao usar o seu próprio cone de aspiração para ultrapassá-lo. Contudo, Gallo, em segundo lugar, tinha alguns truques na manga, e optou por não tentar colar-se a Kevelham na primeira fase da corrida, optando antes por conservar combustível.

Na volta final, o grupo da frente entrou nas boxes em simultâneo. A velocidade demonstrada por Kevelham custou-lhe bastante combustível, o que levou a que a sua paragem demorasse mais que as restantes, com o piloto da Toyota a cair para o quarto lugar.

Gallo estava na liderança à entrada para a Nordschleife, com Moysov, Beauvois e Kevelham logo atrás, mas rapidamente conseguiu acumular vantagem em relação ao grupo que o perseguia.

Conforme Gallo se afastava, o confronto pelo segundo lugar intensificava-se. Beauvois ultrapassou Moysov na abordagem à curva de Aremberg, mas Moysov não é o tipo de piloto que desista facilmente, como podem atestar todos aqueles que assistiram aos seus desempenhos na equipa de eSports Team VANQUISH.
A reta de Döttinger Höhe tem 2 km de comprimento, o que significa que os rivais que desejem usar o cone de aspiração de um rival para o ultrapassar terão de escolher cuidadosamente a sua oportunidade. Se o fizerem de forma demasiado antecipada, podem dar tempo a outro piloto para usar o seu próprio cone de aspiração e serem eles próprios ultrapassados.
Em alternativa, os pilotos podem usar o cone de aspiração de um rival para encurtar a desvantagem e sair do cone para reentrar no momento perfeito, e foi isso que Moysov fez. Beauvois fez os possíveis por defender a posição, mas sem sucesso, e Moysov conseguiu subir para segundo lugar.

O confronto aceso pelo segundo lugar facilitou a vida a Gallo, que conseguiu uma vitória perfeita a partir da pole. Um dos mais impressionados com este magnífico desempenho foi Sugimori (s-shohei_) da Honda, um dos principais pilotos da região asiática.

Contudo, apesar do desempenho de Gallo na corrida final, Beauvois da Mercedes-Benz tinha acumulado pontos suficientes nas rondas anteriores para se sagrar vencedor geral na Fase 2. Mas não seria correto classificar a sua vitória como incontestada e certamente que a competição será ainda mais renhida nas próximas fases.

Classif. Piloto CP CD Rd. 1 Rd. 2 Rd. 3 Rd. 4 Rd. 5 Rd. 6 Rd. 7 Rd. 8 Rd. 9 Rd. 10 Rd. 11 Rd. 12 Rd. 13 Rd. 14 Rd. 15 Rd. 16 Rd. 17 Rd. 18 Rd. 19 Rd. 20 Total
1 Mercedes-Benz Wong_Baguette_F1 S S 353 368 417 252 382 383 419 - 397 387 313 388 - 411 - 469 - - - 434 2150
2 Subaru TRL_MH16 S S 365 365 433 - - - 453 379 - 436 - - - 394 - - - - - - 2095
3 Honda Williams_BRacer S S 346 325 385 232 219 162 369 363 0 404 386 336 383 357 403 294 291 397 358 469 2059
4 Lamborghini SpideeR_3A S S 120 360 401 - 350 353 0 - 183 420 377 291 159 223 387 451 - 380 - - 2039
5 Toyota HRG_RK23 S S 335 168 366 346 - 292 436 313 - 372 370 - 285 - - - - - - 416 1960
6 BMW Williams_Coque14 S S 301 311 - 288 383 266 352 376 378 371 314 363 383 373 - 434 312 318 268 312 1954
7 Ford TRL_ADAM18 S S - 350 365 - - 368 371 383 381 355 - - 340 389 377 399 - - - 224 1929
8 Renault Sport PR1_JOSETE S S 361 276 257 378 207 0 402 335 248 95 353 356 386 188 373 355 268 - - 192 1900
9 Aston Martin VQS_Nick S S 182 0 - - - 340 - - 323 341 272 257 - - 370 364 189 364 - 451 1890
10 Citroën BFR_DevilSoul A+ S - - - - - - 361 315 352 - 392 0 403 315 0 370 357 99 - - 1883

Regressar à Lista