Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT

RESUMO DA GT ACADEMY INTERNACIONAL 2015

RESUMO DA GT ACADEMY INTERNACIONAL 2015

Após a estreia bem-sucedida da GT Academy Internacional em 2014, vencida pelo mexicano Ricardo Sánchez, 2015 viu serem introduzidos dois novos territórios: a Turquia e o Norte de África. Os EUA, que anteriormente tinham um evento isolado, também se juntaram à GT Academy Internacional para tornar a competição ainda mais forte.

Centenas de milhares de aspirantes a pilotos espalhados por vários países participaram no formato online da competição no Gran Turismo®6, enquanto outros compareceram em eventos ao vivo na esperança de virem a ser coroados campeões de 2015 e conquistarem um lugar no célebre Programa de Desenvolvimento de Piloto da Nissan.

Um total de 100 concorrentes, 20 de cada território, progrediram para as finais nacionais que decorreram em Istambul (Turquia), Cidade do México e Cancún (México), Cairo (Norte de África), Gold Coast (Austrália) e Nashville (EUA).

Apenas 30 concorrentes teriam hipóteses de se sagrarem vencedores após viajarem até ao Silverstone Circuit no Reino Unido, onde iriam passar uma semana no Race Camp. À chegada foram recebidos pelo jurado principal de longa data da GT Academy, Rob Barff, e um mentor responsável para cada território. Como sempre, os mentores, Ricky Kelly (Austrália), Andrew Comrie-Picard (EUA), Jason Tahincioğlu (Turquia), Tamer Bashir (Norte de África) e Dani Clos (México), com passados diversos nos desportos motorizados, iriam guiar, acompanhar e ajudar à evolução dos concorrentes ao longo do processo emocionante que os esperava.

Jurado principal: Rob Barff
Austrália EUA
Jurado: Ricky Kelly Jurado: Andrew Comrie-Picard
Corey Creed Matthew Simmons Armen Aghakhan Ryan Lynch
Tyler Blackburn Elliott Schutte Max King Vladimir Skirda
Nick Dalton Simon Feigl Joseph Lauro Tyler Utley
Turquia Norte de África (Argélia, Egito e Marrocos)
Jurado: Jason Tahincioğlu Jurado: Tamer Bashir
Hüseyin Dağlı Utku Bosut Mohamed Fahmy (Egito) Mahmoud Sadek (Egito)
Volkan Kurdoğlu Cağdaş Gülşen Tarek Khedr (Egito) Ali Pacha (Argélia)
Ege Topaloğlu Fatih Demircan Ali Samy (Egito) El Mahmoudi Ilyes (Marrocos)
México  
Jurado: Dani Clos  
Donaciano Martinez de Silva Hector Arellano-Belloc    
Santiago Montaño Isita Juan Carlos Carmona Chávez    
David Quiroga Galván Claus Schinkel    

Durante a semana passada no Race Camp, os aspirantes a pilotos participaram numa série de desafios físicos e de condução. Começaram em grande logo no primeiro dia ao volante de monolugares, carros de competição Caterham, Nissan GT-Rs e carros JPLM no Bedford Autodrome. A este desafio seguiram-se muitos outros, incluindo a pista de obstáculos ‘GT Ninja’, uma inovadora corrida Gymkhana de estilo militar, corridas com buggies, “monster trucks” e uma corrida com carros stock Nissan Micra que decidiu o alinhamento da grelha de partida para a corrida final.

CAMPEÕES POR TERRITÓRIO
Hüseyin Dağli - Turquia
Juan Carlos Carmona Chávez - México
Matthew Simmons - Austrália
Ali Samy - Norte de África
Ryan Lynch - EUA

A final decorreu numa épica corrida de oito voltas no National Circuit de Silverstone ao volante de vários Nissan 370Z NISMO de competição. O australiano Matthew Simmons, que partiu da “pole position”, começou por perder a liderança para o norte-americano Ryan Lynch, mas rapidamente recuperou a posição depois de Lynch entrar demasiado a fundo numa curva. O turco Hüseyin Dağlı tornou-se a principal ameaça à liderança de Simmons e a dupla trocou de posição na Wellington Straight em três voltas consecutivas, fruto de uma condução brilhante e renhida de parte a parte. Infelizmente, enquanto Simmons se defendia de Dağlı na quinta volta, o seu carro teve um problema mecânico e perdeu potência, permitindo que o piloto turco e que o finalista mexicano, Juan Carlos Carmona Chávez, o ultrapassassem. No final da corrida teve lugar uma longa deliberação onde os jurados levaram em conta que Simmons protagonizou a volta mais rápida antes dos problemas mecânicos, bem como os seus desempenhos consistentes em todos os desafios da semana num ambiente de alta pressão. Como tal, Matthew Simmons foi coroado campeão da GT Academy Internacional 2015.