Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade GT SPORT
PT

Mark Shulzhitskiy

2012 EUA
Steve Doherty
Nascimento : 11 de agosto de 1983
Naturalidade / Residência : Woodstock, Illinois, EUA / Plainfield, Illinois, EUA
Conquistas:
Vencedor da GT Academy EUA de 2012 da Nissan e PlayStation®

Perfil:

Os EUA coroaram o seu segundo campeão GT Academy em 2012, depois de um dos race camps mais competitivos jamais visto. De entre mais de 400 000 jogadores que participaram nas provas online da versão da GT Academy nos EUA, Steve Doherty conseguiu chegar ao final, arrecadando o ambicionado Capacete Vermelho e uma hipótese de se tornar um piloto de corrida profissional.

Doherty sempre adorou carros e competia com carros compactos de tração à frente, perto da sua casa em Plainfield, Illinois, naquilo a que ele chama “a forma mais acessível de correr, por perto. Só precisas de um carro, algum equipamento de segurança e uns trocos, para participar.” As pistas eram pequenas ovais, mas Doherty desenvolveu o gosto por circuitos de estrada depois de jogar Gran Turismo. Doherty teve vários empregos, depois completou um curso de automóveis e trabalhou como mecânico até há uns anos. Ele diz: “Nunca deixei de trabalhar com carros. Estou sempre a trabalhar nos meus carros, ou a ajudar amigos com os deles.”

Doherty é um fã ardente de todo o tipo de desportos motorizados, apreciando pilotos como Dale Earnhardt Sr. (NASCAR), Walter Röhrl (rally) e Hans Stuck (corrida de estrada). Quando a GT Academy anunciou a sua primeira competição nos EUA, em 2011, Doherty participou mas não conseguiu chegar às finais por 0.60 segundos. Isto motivou Doherty para se esforçar ainda mais, treinando quase todos os dias durante um ano. O seu trabalho árduo compensou.

Doherty e três outros vencedores regionais treinaram durante três meses, a partir de novembro de 2012, para a exigente corrida de resistência das 24 Horas do Dubai, onde partilharam dois carros de corrida Nissan 370Z GT4. O primeiro fim de semana de novembro viu Doherty e os seus companheiros de equipa GT Academy completarem com sucesso uma corrida sem complicações na ‘Night Race’ de 4 horas e no processo de assegurarem a essencial licença de corrida internacional. Mas Doherty teve um percalço no Programa de Desenvolvimento de Piloto, quando partiu duas costelas a conduzir um go-kart. Ele aguentou a dor e manteve-se na pista, apesar de não poder participar completamente em alguns dos programas de treino físico.

Doherty espera um dia competir nas 24 Horas de Daytona. Ele conduz frequentemente pelo circuito histórico, ao visitar familiares, e nada lhe daria mais prazer do que competir aí, onde a sua família e amigos o poderiam apoiar.