Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade do GT SPORT
BR
RELATÓRIO DO EVENTO

O 14º Prêmio GT vai para o "1951 Ford", um veículo de 65 anos modificado para virar um monstro moderno

No dia 2 de novembro em Las Vegas (horário local), a 14º edição do "GRAN TURISMO AWARD SEMA" (Prêmio GT daqui em diante) foi realizado durante a mostra "SEMA" (Specialty Equipment Market Association, "Associação do Mercado de Equipamentos Especializados"), onde os melhores carros personalizados lutaram pelo cobiçado prêmio "Melhor do Show". Neste ano, a premiação foi para o "1951 Ford", que será incluído numa futura edição de Gran Turismo como reconhecimento por vencer o Prêmio GT.

O proprietário que deu um visual moderno para o clássico Ford é o ex-piloto Bruce Levens. Sua intenção era criar um clássico carro de corrida com uma atmosfera europeia e uma atenção aos detalhes que pode ser vista nos cintos de couro e na elegância do interior. Mais de 10 mil horas foram gastas para produzir o veículo. Graças ao trabalho de montadores capacitados, o carro ficou perfeito por dentro e por fora. Na cerimônia de premiação, Craig Wick, que trabalhou na produção do carro, subiu ao palco e aceitou o troféu em nome do proprietário.
Antes do anúncio do vencedor geral, cinco veículos da mesma classe foram listados. Os cinco veículos da classe que foram indicados para o prêmio eram os seguintes (o asterisco indica o vencedor do prêmio):

Melhor caminhão/SUV: 2016 Dodge Ram 1500 (proprietário: Mike White)
Melhor carro doméstico: 1965 Ford Mustang (proprietário: Chris Marechal)
Melhor importado asiático: 1975 Datsun 280Z (proprietário: Chris Forsberg)
Melhor importado europeu: 2008 Audi R8 (proprietário: Ravikumar Ayyagari)
Melhor Hot Rod: 1951 Ford (proprietário: Bruce Levens)*

Vamos apresentar os vencedores de classe deste ano:

Melhor caminhão/SUV: 2016 Dodge Ram 1500 (proprietário: Mike White)

É um monstro apelidado de "Fogo do Inferno". O motor Hellcat de 6,2 litros gera 775 ps e o caminhão vem equipado com freios de cerâmica e rodas de corrida. É um retorno triunfante à era das pickups "monster" que costumavam deixar os muscle cars comendo poeira.

Melhor carro doméstico: 1965 Ford Mustang (proprietário: Chris Marechal)

É um Mustang ciborgue que voltou com tudo. O motor V8 duplo conta com turbo e supercompressor para produzir 1000 hp. Nada pode segurar esse veículo, com uma transmissão sequencial de 6 velocidades e uma suspensão de altura ajustável, freios de cerâmica de carbono e um interior vermelho e perfeito.

Melhor importado asiático: 1975 Datsun 280Z (proprietário: Chris Forsberg)

A popularidade dos Datsun Z de primeira geração parece não ter fim. Esse veículo teve seu motor subsituído por um RB25DET com turbocompressores e uma tração reforçada para conferir maior potência. O nariz do para-choque dianteiro somado ao para-choque traseiro muito amplo dão ao carro o visual de uma fera.

Melhor importado europeu: 2008 Audi R8 (proprietário: Ravikumar Ayyagari)

Esportivo-símbolo da Audi, o R8 foi modificado para se assemelhar à máquina do GT3. Os painéis da carroceria e os para-choques foram substituídos por painéis de carbono não pintados. O amplo aerofólio traseiro e o difusor dão ao veículo uma funcionalidade de carro de corrida, enquanto as rodas de grande diâmetro passam uma imagem de corredor das ruas.
[Antigos vencedores do GRAN TURISMO AWARD]
2003 Buick Special
2004 HPA Motorsports Stage II R32
2005 AEM S2000
2006 ArtMorrison Corvette '60
2007 HPA TT
2008 Infiniti G37
2009 Ford Mustang Trans-Cammer
2010 1969 Chevloret Camaro
2011 1971 Chevrolet Camaro
2012 Custom Ford Mach 40
2013 1967 Chevy Nova
2014 GoPro “Rampage” 1970 Chevrolet Camaro
2015 Datsun 240Z “Fugu Z”
2016 1951 Ford Coupe