Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade do GT SPORT
BR

RECAPITULAÇÃO DA TEMPORADA DE 2015 DA GT ACADEMY EUROPA

RECAPITULAÇÃO DA TEMPORADA DE 2015 DA GT ACADEMY EUROPA

A edição de 2015 da GT Academy Europa se mostrou um renascer para a competição, que foi completamente reformulada, com um novo sistema de classificação e uma mudança do tradicional lar do Race Camp, no Silverstone Circuit, para o clima ensolarado e o calor desértico do Yas Marina Circuit, em Abu Dhabi.

O sistema de classificação para o Race Camp foi otimizado em 2015, com uma ênfase ainda maior aplicada às habilidades de corrida no Gran Turismo®6. Sem as Finais Nacionais, os possíveis finalistas precisaram se destacar exclusivamente pelo ritmo de corrida. Além dos concorrentes online, havia participantes dos eventos ao vivo realizados por toda a Europa, em locais como o Goodwood Festival of Speed, no Reino Unido, e a final da Liga dos Campeões da UEFA, em Berlim.

Em outubro de 2015, os 56 jogadores mais velozes de Gran Turismo na Europa, representando 11 países diferentes, chegaram ao Yas Marina Circuit para a semana que mudaria a vida de um competidor.

PENÍNSULA IBÉRICA BÉLGICA, HOLANDA E LUXEMBURGO REINO UNIDO CENTRO E LESTE EUROPEU
Adrià Pérez Soler (ESPANHA) (19) Tommy Van der Donckt (BÉLGICA) (26) Thom King (19) Jakub Brzezińsk (POLÔNIA) (19)
Marc Sánchez (ESPANHA) (21) Stijn Govaerts (BÉLGICA) (18) Ben Bishop (24) Jakub Strumidlo (POLÔNIA) (23)
Joaquin Ferrer (ESPANHA) (28) Emile De Dryver (BÉLGICA) (22) Melvyn Abraham-Hagan (22) Mateusz Więch (POLÔNIA) (23)
Victor Prim (ESPANHA) (24) Simon Duterme (BÉLGICA) (26) Mathieu Gauthier-Thornton (20) Nikodem Wisniewski (POLÔNIA)(20)
Fábio Miguel Canhoto Ramalhinho (PORTUGAL) (23) Kevin Mostert (HOLANDA) (22) Fábio Assunção Michal Bašta (REP. TCHECA) (27)
Alexandre Miguel Lucas Gregório (PORTUGAL) (39) Kevin de Kruijf (HOLANDA) (24) Edward Dunford (31) Jan Malina (REP. TCHECA) (31)
Pedro Miguel Freitas Martins (PORTUGAL) (25) Sander van Os (HOLANDA) (31) Jimbo Garner (26) Balázs Szenpéteri Horváth (HUNGRIA) (25)
Tiago Filipe Pinto Carvalho (PORTUGAL) (20) Arjan Remmelt Veltens (HOLANDA) (22) James Irani (21) Benjamin Báder (HUNGRIA) (24)
FRANÇA ITÁLIA ALEMANHA  
Charles-Aimé Clerc (27) Alessandro D'Aprile (38) Florian Becker (26)  
Davy Decorps (32) Edoardo Pirozzi (19) Petar Hristov (40)  
Henrik Thouvenel (25) Federico Agosta (26) Thomas Kiefer (22)  
Jeremy Lamier (26) Simone Maria Marcenò (21) Pascal Fuhrmann (21)  
Hugo Gustinelli (27) Michele Onnis (22) Nick Schulte-Wissermann (20)  
Badr El Maadoudi (27) Zizzio Errede (31) Mario Schulze (28)  
Jordan Mageot (24) Manuel Crippa (29) Georg Kiefer (27)  
Romain Sarazin (21) Claudio Morelli (28) Corbinian Henle (28)  

O Race Camp em Abu Dhabi testou as habilidades dos competidores em uma série de desafios, incluindo um desgastante percurso de assalto no calor do deserto abrasador e uma corrida mano a mano na "Ponte para Lugar Algum" em Nissan GT-Rs. Ao longo da semana, os competidores pilotaram diversos carros, incluindo buggies nas dunas, Nissan Juke NISMOs, carros automobilísticos Nissan 370Z e o Nissan GT-R.

As condições meteorológicas se mostraram um fator importante para os competidores, pois a umidade os desgastava, assegurando uma vantagem na maior parte dos desafios para os competidores com melhor preparo. Isso ficou muito claro na brutal corrida de buggies nas dunas realizada no deslumbrante deserto de Rub’ al Khali, um deserto de areia de 650.000 km², com temperaturas altas o suficiente para derreter os componentes plásticos dos buggies.

Os mentores da equipe, que incluíam figuras como Max Chilton e Tim Coronel, foram supervisionados pelo juiz principal, Rob Barff, que ofereceu suporte às promessas do mundo do automobilismo, fornecendo orientações e conselhos sobre pilotagem. Em termos de drama, não houve decisão mais difícil do que a escolha final que o mentor alemão, JP Kraemer, precisou enfrentar, pois seus dois competidores finais, além de terem um desempenho parecido na pista, tinham o detalhe adicional de serem irmãos.

Com a escolha do irmão Kiefer mais novo, Thomas, para a disputa final, ele se juntou aos seis campeões dos outros territórios para uma corrida que decidiria o campeão da GT Academy Europa de 2015. O vencedor da corrida final ficaria com todo o prêmio, então havia muita coisa em jogo.

CAMPEÕES DOS TERRITÓRIOS
Ben Bishop (Reino Unido)
Romain Sarazin (França)
Nikodem Wisniewski (Centro e Leste Europeu)
Victor Prim (Península Ibérica)
Emile de Dryver (Bélgica, Holanda e Luxemburgo)
Simone Maria Marceno (Itália)
Thomas Kiefer (Alemanha)

Todos os sete pilotos finais mostraram que tinham as qualidades necessárias para serem atletas NISMO, competindo em uma corrida limpa, com várias manobras defensivas e de ultrapassagem. No entanto, ao final, um piloto se sobressaiu, o francês Romain Sarazin, que, após ultrapassar Ben Bishop na primeira curva, continuou na liderança e recebeu a bandeira quadriculada em uma vitória com folga.

Romain Sarazin foi coroado campeão da GT Academy Europe de 2015 e ingressou no Programa de Desenvolvimento de Pilotos com a Nissan Motorsports.