Please select your country / region

Close Window
GT
Comunidade do GT SPORT
BR

RECAPITULAÇÃO DA TEMPORADA DE 2014 DA GT ACADEMY EUROPA

RECAPITULAÇÃO DA TEMPORADA DE 2014 DA GT ACADEMY EUROPA

Após o lançamento do Gran Turismo®6 durante a GT Academy de 2013, o ano de 2014 prometia elevar o nível ainda mais, com os participantes agora familiarizados com o novo jogo. Como resultado, centenas de milhares de jogadores de toda a Europa tentaram a sorte de se classificar para as finais regionais, com a esperança de prosseguir na competição.

Juntamente com as classificatórias tradicionais do Gran Turismo 6 no jogo para o sistema PlayStation®3, foi introduzida uma nova classificatória em 2014 por meio de um mecanismo de entrada com um jogo gratuito pelo Facebook. Isso tornou a competição mais acessível ainda, permitindo que os participantes se classificassem para uma final de jogo especial antes de sua respectiva final regional. A ideia foi um sucesso para alguns, como para o britânico Alex Porazinski, que se classificou por meio do Desafio no Facebook, prosseguindo para o Race Camp. Juntamente com o novo jogo no Facebook, os populares e bem-sucedidos eventos ao vivo voltaram a ser realizados em toda a Europa, com cabines do Gran Turismo®6 disponíveis em eventos como as 24 Horas de Le Mans e o Goodwood Festival of Speed.

As finais regionais ocorreram em locais de prova por toda a Europa, como no circuito de Ascari, na Espanha, e no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Essas finais regionais também tiveram novo formato para a edição de 2014, com todos os competidores participando de desafios de jogo, de pilotagem, de condicionamento físico e de mídia, e cada elemento recebeu peso igual na avaliação.

Vitoriosos em suas respectivas finais e carregando as esperanças de jogadores de 12 países diferentes, 42 jogadores chegaram a Silverstone para uma semana que seria difícil para todos e que mudaria a vida de um deles.

BÉLGICA, HOLANDA E LUXEMBURGO FRANÇA PENÍNSULA IBÉRICA ITÁLIA
Cédric Wauters (19) (Bel) Matthieu Verrier (27) Cristian Manzano (20) (Esp) Alessandro Albano (33)
Kenny Herremans (30) (Bel) Gaëtan Paletou (22) Rafael Tourón (29) (Esp) Ariel Bernardi (29)
Laurens Beerten (24) (Bel) Loïc Lanoë (26) Andrés Estrada Del Rio (26) (Esp) Lorenzo Radice (30)
Paul Broekmeulen (31) (Hol) Matthieu Verrier (27) Carlos Martínez Alonso (27) (Esp) Luca Guerra (24)
Rick Lubberding (19) (Hol) Gaëtan Paletou (22) Sérgio Fonseca (31) (Por) Pietro Punzo (22)
Kevin Scholtes (21) (Hol) Maxime Batifoulier (20) Filipe Rodrigues (21) (Por) Riccardo Massa (21)
RÚSSIA SUÉC. / POL. / REP. TCH. REINO UNIDO  
Andrei Agafonov (36) Alexander Haegermark (30) (Swe) Alex Porazinski (36)  
Taras Shatov (23) Kimmy Larsson (19) (Swe) Ben Spurge (18)  
Vitalii Berchikov (23) Michal Šmídl (19) (Cze) Karl Chard (26)  
Dmitry Lebedev (31) Antonin Blaha (31) (Cze) Shane Green (29)  
Andrei Trofimov (33) Kamil Franczak (24) (Pol) Stuart Millar (21)  
  Maciej Pawlowski (21) (Pol) Luke Wilkins (20)  

Desde o simples stock car Nissan Micra até o Nissan GT-R, conhecido carinhosamente como "Godzilla", a intensidade e a variedade dos carros à disposição dos competidores alcançou um novo nível em 2014. Em várias fases durante a semana, os competidores se viram atrás do volante do Nissan Juke NISMO, do Nissan 370Z NISMO, de monopostos, de carros no estilo do protótipo de Le Mans, de carros automobilísticos Nissan 370Zs, de buggies off-road e até mesmo de "Karts malucos" elétricos!

Como sempre acontece na GT Academy, as eliminações eram necessárias para definir um campeão territorial de cada grupo, e algumas dessas eliminações e decisões se mostraram mais difíceis que outras. Nenhum grupo enfrentou este problema mais do que o grupo Benelux. O jurado Tim Coronel recebeu a difícil tarefa de escolher entre dois competidores muito talentosos no último dia, Laurens Beertens e Cédric Wauters. No entanto, apenas um poderia representar a região, e a experiência de Tim o levou a optar por Cédric, o que infelizmente atrapalhou os sonhos de corrida de Laurens.

A variedade de testes enfrentados pelos competidores em 2014 foi a maior que já existiu. Assim como as atividades nas pistas, incluindo desafios de ultrapassagem, corridas de gincana e corridas de perseguição, os competidores precisaram demonstrar sua força, física e mental, em desafios cansativos, como no temível percurso de assalto Mud Mayhem, com fios elétricos e banhos de gelo, desafios de troca de rodas e avaliação minuciosa de condicionamento físico.

Além do suporte e da orientação dos jurados, incluindo Rob Barff, René Arnoux e Mark Shulzhitskiy, e contando com os conhecimentos do juiz principal, veterano da GT Academy e um dos pilotos favoritos do paddock da F1, Johnny Herbert, os competidores também tiveram a chance de impressionar o próprio Kazunori Yamauchi, que comemorou seu aniversário no Race Camp, juntamente com a lenda do ciclismo olímpico, Sir Chris Hoy.

Finalmente, todos os olhares se voltaram para a corrida final e para os sete campeões territoriais que tiveram que se enfrentar nesta etapa, e que estão agora a uma corrida de oito voltas da glória. No entanto, um problema técnico com dois carros forçou a realização de uma nova etapa classificatória, com a eliminação dos dois competidores com menor tempo, o que deixou apenas cinco pilotos para a corrida final da GT Academy de 2014.

Corrida final dos campeões regionais
Benelux: Cédric Wauters (Bélgica)
França: Gaëtan Paletou
Península Ibérica: Filipe ‘Pipo’ Rodrigues (Portugal)
Itália: Riccardo Massa
Reino Unido: Karl Chard
Rússia: Dmitry Lebedev (eliminado na classificatória)
SwePoCzech: Kamil Franczak (Polônia) (eliminado na classificatória)

Como parecia apropriado para uma semana dramática, a corrida começou com um incidente na primeira curva, com o italiano Riccardo Massa sendo principal vítima, perdendo uma roda e parando na área com cascalho. Pipo Rodrigues, da Península Ibérica, também sofreu e foi forçado a parar o carro após o incidente. Isso possibilitou que Gaëtan Paletou, da França, controlasse a corrida. Ele continuou buscando a primeira posição da corrida, superando o britânico Karl Chard, que sofreu uma falha de embreagem durante a corrida, mas, de forma impressionante, conseguiu fazer com que o carro cruzasse a linha de chegada na terceira posição, e superando o carro danificado de Cédric Wauters, de Benelux.